Personagens do Folclore Brasileiro : Mula sem cabeça, Saci Pererê e mais

Desde criança nós ouvimos falar sobre os Personagens do Folclore Brasileiro que na verdade são muitos, personagens que começaram a ser criados pelos negros e índios ainda no princípio da história do Brasil, e se desenvolveram de tal forma que hoje podemos dizer que o folclore brasileiro é um dos mais ricos do mundo.

O folclore é composto de muitas histórias contadas pelo povo, porém estas histórias não são reais, apenas inventadas, mas que ao longo dos anos se tornaram tão enraizadas na cultura popular que, hoje, mesmo sabendo que tudo não passa de lendas, muita gente acredita nelas e teme.

Atividades educativas com os personagens para ensinar às crianças

Muitas dessas histórias fictícias foram criadas somente para assustar as crianças, uma forma encontrada no passado para forçá-las a obedecer aos pais, entre essas podemos destacar como exemplo a história da Cabra Cabriola que entrava nas casas sem ser vista para pegar os meninos malcriados e desobedientes.

Imagem 1 – O folclore faz parte do ensino da criança na escola, e da alfabetização, pois é algo que vem da cultura brasileira, então mesmo sendo histórias fictícias, as crianças precisam conhecer cada uma e saber mais sobre a cultura do país que possui essas histórias.

alguns-personagens

Desenhos com resumos

Imagem 2 – Na imagem abaixo, há um pequeno resumo das histórias do folclore brasileiro mais citadas desde muito tempo atrás, até os dias de hoje, com o lobisomem, Saci, Boitatá, Mula sem Cabeça e o a história do Boto cor de rosa, muito conhecida e contada principalmente para as meninas.

folclore-brasileiro

Imagem 3 – Já aqui nesta imagem abaixo, há desenhos representando os personagens de algumas histórias bem conhecidas do folclore brasileiro, a cobra Boitatá, a Cuca que até aparece em um desenho brasileiro “Sítio do Pica-Pau amarelo”, Vitória-Régia, Curupira, Iara que também aparece no desenho do Sítio e o famoso Saci.

personagens-do-folclore-brasileiro

Saci-Pererê resumos

No folclore brasileiro destacam-se alguns desses personagens fictícios, mas existem outros que apesar de serem pouco lembrados fazem parte da cultura brasileira e de alguma forma ajudam a cada estudante na escola. Entre esses personagens menos lembrados podemos citar o Papa Figo, o Barba Ruiva, o Acutipupu, a Mãe de Ouro, entre outros personagens.

Já entre os personagens mais conhecidos podemos destacar:

Saci-Pererê – essa é a história de um menino negro que tinha apenas uma perna, usava um gorro vermelho na cabeça e fumava cachimbo. Apesar de não ser essa a intenção, conta-se que ele vivia atrapalhando a vida das pessoas com travessuras bem diversas.

Entre as peraltices que ele gostava de fazer estava espantar o gado e esconder objetos das pessoas e ainda fazer com que a comida queimasse nas panelas, e em tudo isso, achar muita graça. Por conta dessas e muitas outras peraltices desse personagem, muitas crianças ainda em nossos dias quando aprontam das suas, são também chamados de sacis.

Imagem 4 – Aqui uma imagem representando um dos personagens mais famosos do folclore brasileiro, que é o Saci Pererê, um personagem como foi dito, um menino de uma perna só negro e muito travesso, que vivia aprontando pegadinhas e escondendo as coisas das pessoas.

saci-perere

Mula sem cabeça

A lenda teve origem entre os povos indígenas no sul do Brasil motivada pela influência da cultura mitológica dos africanos que chegaram como escravos no país. Com respeito a lenda desse personagem, é preciso que se entenda que ele não era mau, porém atrapalhava a vida de todos apenas porque gostava de brincar.

Mula-sem-cabeça – outro personagem mitológico do folclore, a mula-sem-cabeça faz referência às mulheres que namoravam os padres, algo muito comum no passado. Com a intenção de conter esse problema, muitos pais preocupados com as filhas passaram a contar a história desse personagem, referindo as mulheres que se entregavam para os padres e se transformavam nessa mula-sem-cabeça.

Imagem 5 – Agora uma imagem representativa da Mula-sem-cabeça que também é um personagem muito famoso do folclore brasileiro, que faz referência como foi dito anteriormente, ás mulheres que namoravam os padres no passado, que acabavam se transformando na mula com cabeça de fogo.

mula-sem-cabeca

Boto cor-de-rosa

O personagem é representado com a figura de uma mula que solta fogo pelo pescoço, porém, falta-lhe a cabeça. Apesar de ser apenas uma história inventada, com certeza ajudou muitas garotas novas no passado a se manterem afastadas dos padres.

Boto cor-de-rosa – essa lenda teve sua origem nas selvas da Amazônia e ao ser contada, a versão era de que nas noites de festas juninas, um boto saia dos rios e se transformava em um homem muito atraente que seduzia as mulheres virgens para levá-las ao fundo do rio para o acasalamento.

Imagem 6 – Esta imagem possui um boto cor de rosa, que representa um personagem de uma lenda muito contada para as crianças desde antigamente, que representava um homem atraente que seduzia as mulheres virgens e as levavam ao fundo do rio para acasalar.

boto-cor-de-rosa

Negrinho do pastoreio

Por conta dessa lenda, em algumas regiões do Brasil, quando uma mulher engravida e da a luz a um filho sem saber quem é o pai, diz-se que ele é filho do boto.

Negrinho do Pastoreio – apesar de ser apenas uma lenda, essa poderia ser uma história verídica. O Negrinho do Pastoreio era um menino escravo que perdeu um cavalo baio de seu patrão e como castigo foi violentamente maltratado e depois colocado em cima de um formigueiro para morrer.

Imagem 7 – Negrinho do pastoreio também é uma lenda muito conhecida pelas crianças, e adultos que ouviram muito antigamente essa história, mas apesar de ser uma lenda, é bem possível de isso ou algo parecido com isso ter acontecido antigamente nos tempos da escravidão.

negrinho-do-pastoreiro

Lobisomem

Na história ele sempre aparece sem marcas no corpo e montado no cavalo baio perdido. Por conta dessa lenda, ainda hoje, muitas pessoas que acreditam, acendem uma vela e pedem ao “Negrinho” pedindo para que ele ajude a encontrar o que se perdeu.

Lobisomem – essa lenda é de origem europeia que passou a ser acreditada também no Brasil. A lenda fala de um monstro muito violento representado por formas humanas e de lobo. Segundo o dito popular, toda mãe que tivesse sete filhas e o oitavo filho fosse um homem, esse provavelmente seria um lobisomem.

Imagem 8 – Para terminar, esta representativa do famoso Lobisomem, que é uma lenda de origem europeia, mas que também passou a ser contada e acreditava pelo povo aqui no Brasil, que fala sobre um monstro que tinha formas humanas e de lobo, que geralmente era o oitavo filho da casa e único homem.

lobisomem

Também segundo a lenda, o homem se transforma nas encruzilhadas, sempre nas noites de lua cheia perto da meia-noite e ao amanhecer, antes de clarear o dia ele volta ao normal.