Deficiência de vitamina A, veja o que pode causar no organismo

A deficiência de vitamina A no organismo traz riscos bem diversos especialmente para a saúde dos olhos, uma vez que a parte transparente (córnea) dos olhos fica desprotegida e por conta disso, o indivíduo tem dificuldades para enxergar podendo em casos mais graves chegar à cegueira total.

A vitamina A é muito necessária para o desenvolvimento e crescimento do ser humano, e a sua falta no organismo também causa o enfraquecimento do sistema imunológico tirando as defesas do corpo, deixando o organismo susceptível especialmente aos ataques de micro-organismos que causam as doenças infecciosas.

deficiencia da vitamina A

Em geral a deficiência da vitamina A ocorre entre crianças ou então entre indivíduos idosos, situação bem freqüente em regiões onde a população é mais carente, e para resolver o problema, são ministrados doses de suplementos da vitamina diariamente e isso, sob recomendação médica, uma vez que quando em excesso, os medicamentos podem tornar-se tóxicos.

As crianças com a deficiência de vitamina correm sérios riscos de contrair sarampo e morrer por conta da doença. Além disso, as crianças com essa deficiência podem sofrer com diarréias fortes, infecção respiratória e problemas com o desenvolvimento dos ossos, comprometendo também o crescimento.

deficiencia causada por falta de vitamina A

Causas – as causas mais freqüentes da deficiência dessa vitamina são variadas, mas pode começar com a criança ainda bebê quando a amamentação não é regular ou ainda quando é feito o desmame antes do prazo mínimo de 6 meses. Mas precisamos lembrar que uma criança deveria ser amamentada por pelo menos os primeiros 18 meses de vida.

O primeiro sinal de que está faltando essa vitamina no organismo é a cegueira noturna, ou seja, a dificuldade de enxergar no escuro, mas também podem surgir alguns sinais na pele com dificuldades de cicatrização.

O indivíduo que tem deficiência dessa vitamina também pode queixar-se de dores de cabeça, dores em volta dos olhos, presença de acne no corpo, unhas rígidas, falta de apetite, falta de brilho nos cabelos, diminuição da fertilidade, gripes e resfriados mais freqüentes, perda do olfato, entre outros sinais.

deficiencias causadas por falta de vitamina A

Outro sintoma que podemos destacar é a secura ocular, cuja característica são os olhos secos, sem a presença das lágrimas que leva a uma forma mais grave da cegueira noturna devido ao fato da conjuntiva perder as suas células caliciformes responsáveis por manter os olhos lubrificados.

Nesse caso as células caliciformes morrem podem então levar a cegueira total ou então causar outras infecções para os olhos.

Sempre que existirem esses sintomas o indivíduo deverá buscar por ajuda médica para descobrir o que está acontecendo, e, enquanto isso alimentar-se com alimentos que apresentem essa vitamina optando sempre pelos melhores alimentos.

Prevenção – como a maioria dos transtornos de saúde, também para manter os níveis da vitamina A normais no organismo é importante cuidar da alimentação, cuidando para que essa seja saudável rica em vitamina A e os demais nutrientes que o organismo precisa.

Alimentos que contém a vitamina A – entre os alimentos que contém a vitamina A podemos citar alguns de origem vegetal como a cenoura, os pimentões vermelho e amarelo, abóbora, brócolis, espinafre, couve folha, salsa, entre outros.

Mas também podemos citar algumas frutas como os pêssegos, a manga, o mamão, goiaba vermelha, caju maduro, entre outras frutas que apresentam a polpa vermelha ou amarelada.

alimentos ricos em vitamina A

A vitamina A que também é conhecida por Retinol ainda é encontrada na gema do ovo, na manteiga, na nata, no óleo de fígado de peixe, entre outros alimentos.

Tratamento – sem dúvidas o melhor tratamento para combater a deficiência de vitamina A é alimentar-se corretamente ingerindo alimentos que contenham não apenas essa vitamina, mas também outros nutrientes necessários para o corpo.

Desde criança é importante que cada pessoa se alimente corretamente, incluindo alimentos com vitamina A na dieta alimentar, uma vez que ela se mistura com a gordura para ser absorvida.

Doses recomendadas de vitamina A

  • Bebês de 0 a 6 meses – 400 mcg/ dia,

  • Bebês de 6 a 12 meses – 500 mcg/dia,

  • Crianças de 1 a 3 anos de idade – 300 mcg/dia,

  • Crianças de 4 a 8 anos de idade – 400 mcg/dia,

  • Meninos e meninas de 9 a 13 anos de idade – 600 mcg/dia,

  • Homens e mulheres a partir dos 14 anos de idade – 700 mcg/dia,

  • Gestantes independente do tempo de gravidez – 750 a 770 mcg/dia,

  • Lactentes independente do tempo de lactação – 1200 a 1300 mcg/dia.

Porém é importante lembrar que essa é uma quantidade mínima da vitamina A que devem ser todos os dias, e nos caso de necessitar suplementos vitamínicos, primeiramente deve-se buscar por orientação médica.

A vitamina A apresenta dois tipos, o Retinol que está presente nos alimentos de origem animal e os carotenóides presentes nos alimentos de origem vegetal.

tratamento e medicamentos para falta de vitamina A

Assim como acontece os sintomas da deficiência dessa doença também existe o perigo de ingeri-la em excesso. Nesse caso os sintomas referentes ao excesso da vitamina variam entre dores de cabeça, sonolência, náuseas, queda de cabelos, descamação da pele, cansaço, entre outros sintomas que precisam ser investigados.